Eugenio Solda de Synamedia: A jornada para nuvem ficou mais fácil com VIVID

O programa Speed Pitching do SET eXPerience sirviu de palco para que Eugenio Solda, diretor Comercial de Video Processing da Synamedia apresentasse a solução VIVID da mutlinacional. Na apresentação, o executivo  disse que a Cloudificação é um caminho quase sem volta para as emissora de TV. Solda disse no evento que “quando olhamos para o mercado de Mídia e Entretenimento, os benefícios de migração e adoção de soluções em nuvem ficam evidentes”, pelo valor do investimento, sua praticidade e velocidade de implantação.

Durante seu espaço no programa da SET (Sociedade Brasileira de Engenharia de Televisão), Solda se explanou sobre os benefícios da nova plataforma, que tem como um dos seus diferenciais ser agnóstica a nuvem. “As novas plataformas de migração funcionam de forma híbrida com adequação ao equipamento legado e o provedor de nuvem vai fornecer as capacidades que nós requeremos. Com esta forma se automatiza econômica e em termos de tempo a implantação”, disse.

O executivo explicou que a Synamedia tem uma solução completa que se destaca pela sua forma de implantação e os seus diferencias com as aplicações tradicionais in-premise. Segundo ele, os projetos se desenvolvem 7 vezes mais rápidos que os anteriores, passando de 6/9 meses para 3/6 semanas. Em termos de disponibilidade de infraestrutura, enquanto na primeira opção é necessário a construção, com o VIVID ela é criada sob demanda. Para configurar e operar, os sistemas in-premise requerem planejamento físico pesado, enquanto “com nossa solução é online e a qualquer momento. Na redundância, antes era preciso planejar capacidade adicional, agora o risco é limitado já que conta com alta disponibilidade”.

Para Solda o mais importante passa pelo investimento, que já não é Capex, enquanto “no in-premise é necessário adiantar custos, no VIVID depende do seu uso e demanda, já que o modelo é evolutivo”. Ele disse que a baixa latência é um dos grandes desafios da migração para a nuvem das emissoras. “Com VIVID podemos pegar alta disponibilidade, baja latência nos mais diferentes workflows com ótimos algoritmos de rede muito eficiente e efeito. Hoje já conseguimos rodar um teste trial que esta disponível para quem quiser onde se prova e se mostra com muita clareza que é possível a migração e ter boa resposta a latência”.

O programa foi apresentada pelo Professor Fernando Moura, editor-chefe da Revista da SET e contou com a participação de Carlos Cauvilla, diretor de Tecnologia e operações do SBT; Antonio Carlos Nobrega Sobrinho, Gerente de implementações e Projetos da RecordTV; e Rodolpho Cabral, Gerente de Soluções de Mídias Globo.

Please follow and like us:
Twitter
Visit Us
Follow Me
LinkedIn
Share
Instagram

Otras Noticias